Quatro profissionais tombados em serviço.

Falecimento do Dr Luis Vega, da Enf Daniela Silva e dos pilotos João Lima e Luís Rosindo.

A Medicina de Emergência e a Medicina Intensiva tocam-se em zona de fronteira, em saberes e responsabilidades. São disciplinas inter relacionadas, onde a Medicina Intensiva necessariamente implica perícia em Emergência Médica.

O Serviço de Emergência de Helicópteros de Emergência Médica (do INEM – Instituto Nacional de Emergência Médica) constitui um exemplo dessa interface de conhecimentos e capacidades, pois, simultaneamente, a equipa médica tem de ser capaz de abordar e transportar o doente crítico, seja na fase inicial e primária do socorro ou na transferência secundária entre unidades de saúde.

A ocorrência triste, verdadeiramente trágica, da queda de um Helicóptero Ambulância e o falecimento de toda a sua tripulação evidencia o risco enfrentado e o altruísmo e dedicação existente nas equipas INEM.

Os profissionais agora desaparecidos que estavam a trabalhar em prol do seu semelhante merecem toda a homenagem. Assim, de forma singela mas sentida, a direção da Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos vem por este meio expressar o seu pesar pela ocorrência verificada em 15 de Dezembro, transmitir as condolências sentidas aos familiares das vítimas e apresentar a sua solideriedade institucional para com o INEM e todos os seus profissionais que diariamente trabalham em prol do doente critico e emergente.

A Direção da SPCI

Privacy Preference Center

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?