Galeria Multimédia

Pesquisar
Estratégias terapêuticas

Miguel Tavares

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Estratégias de Prevenção

João Gouveia

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Ecocardiografia: Quando, como e com que objectivo

Luísa Branco

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

É possível o diagnóstico de PAV na UCI?

Álvaro-Réa Neto

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

É possível mudar a abordagem clínica do doente com Sépsis?

Flávia Machado

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Documento de consenso da Pneumonia Nosocomial-5 anos depois

José Artur Paiva

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Depressão miocárdica na Sépsis

Fernando Dias

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como uso esteróides na Sépsis e ARDS

Odin Barbosa

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como transporto de helicóptero um politrautatizado?

Fernando Próspero

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como quantificar e monitorizar o delirium em UCI

Javier Perez

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como prescrever e otimizar técnicas continuas?

Armindo Ramos

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como melhorar o progóstico no TCE

Jorge Paranhos

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como e quando faço ventilação de alta frequência

Richard Beale

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Como e quando faço descalação

José Artur Paiva

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Cerimónia de Encerramento

Ricardo Matos

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Cerimónia de Abertura

Convidados

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

As novas bundles da Sépsis

Richard Beale

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Antimicrobianos na PAV

João Gonçalves Pereira

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

Alimentação parentérica precoce ou tardia

Margarida Câmara

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

A realidade Portuguesa – necessidades e enquadramento

José Artur Paiva

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

A qualidade melhorou?

Álvaro-Réa Neto

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

A interface Urgência e UCI – Qual o melhor modelo?

Paulo Freitas

III Congresso Luso-Brasileiro de Medicina Intensiva

6 a 8 de Maio de 2012

Vila Galé Lagos

VNI: quando e onde?

Filipe Conceição

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

Ventilação no Trauma

Pais Martins

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

Unidades de ventilação crónica/desmame prolongado: Sim ou Não?

João Carlos Winck

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

Transplante Pulmonar

Luísa Semedo

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

Terapeuta da Fala

Susana Mestre

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

TEP – Critérios de gravidade e estratégia terapêutica

Susana Clemente

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

Técnicas avançadas de suporte/resgate

Roberto Roncón

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto

Sincronia paciente/ventilador: interpretação de curvas

António Duarte

Reunião Pulmão e o Doente Crítico

6 e 7 de Dezembro de 2012

Centro Hospitalar do Porto